Skip navigation

A cirurgia espiritual é alicerçada em três eixos essenciais, cuja interação, aponta para o desenvolvimento da problemática trazida pelo consulente: a equipe espiritual que atua sobre o encarnado, o merecimento do atendido e o preparo do Médium para atuar como intermediador entre a matéria e a as demais estruturas sutis. Toda a condução responderá à colheita, consequente, da semeadura da pessoa vitimada pela mazela. Ou seja, a cura pode ser definida como uma resultante relativa. O que se promove, em verdade, é o progresso, muitas vezes ditado pela manifestação da dor e não apenas por sua anulação.

Alguns pensadores como Santo Agostinho e Marx, afirmaram que o homem é responsável pelo seu processo. Ideia consolidada pela filosofia japonesa ligada à qualidade total. Logo, não só a Filosofia como as ciências humanas garantem esse pressuposto, assim como a própria doutrina dos espíritos para os mecanismos da reencarnação. Reitero essa premissa para desmistificar alguns paradigmas atrelados à ordem equivocada dos milagres atribuídos à espiritualidade. Em verdade, o foco encontra-se e, encontrar-se-á, sempre, naqueles que carregam suas vicissitudes.

Interessante, mas a escolha pelo atendimento espiritual, normalmente, vem depois de uma longa peregrinação médica. A percepção comum é a de que há a espera para um milagre. Um anseio para que se encontre um sujeito suposto saber  (FREUD, 1900) na figura do Médium ou da entidade que realiza o atendimento, para que sejam eliminada todas as dores ou doenças. A fé está intrínseca na crença do sujeito que fala e faz pelo doente e não na própria credibilidade em Deus. É claro que não é uma circunstância que pertença a todos, apenas a uma maioria.

A dúvida, obviamente, não explícita, sempre se manifesta. Comparações com os procedimentos ligados aos profissionais da Terra com ao os espíritos, chocam-se, ora ou outra. Não é incomum saírem, parte dos atendidos, não seguindo as devidas orientações, mas, ao mesmo tempo, verbalizando que a entidade X vai resolver as dificuldades que o acompanham.

O sentido da cura está na compreensão da doença. Passa-se pelo princípio da transformação. Aliás, da transmutação, já que aquilo que se transforma está fora de mim e, tudo o que transmuta, pertence a minha realidade interna. Um dos degraus a ser alcançado é o do resgate da fé: crer na ação absoluta da espiritualidade e, sem exceção, na crença sobre a possibilidade de uma condição diferenciada como pessoa, como alma encarnada.

Crer na razão sobre aquilo que passa. Na segurança pelos caminhos que o mundo espiritual passa a conduzi-lo e na somatória de forças que deve existir entre o conhecimento terreno e o etérico. É possibilitar a troca do milagre ilusionista pelo merecimento da ação adotada para o restabelecimento do equilíbrio e da harmonia.

BB

One Comment

  1. Acredito no Espiritismo


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: