Skip navigation

“No ano de 2007 nasce Lorenzo, prematuramente. Irmão gêmeo de Betina chega ao mundo com mais de dois quilos e acima dos quarenta e dois centímetros. Uma cesariana perfeita com respostas clínicas compatíveis com a normalidade. Chegando aos seis meses de idade é identificada uma alteração motora de membro superior do lado direito do corpo. Após uma Tomografia Computatorizada (TC), constata-se, diagnosticamente falando, um Acidente Vascular Cerebral (AVC) no hemisfério esquerdo, provocando uma atrofia do Lobo Frontal, Parietal e Temporal. Dá-se início a grande batalha para a recuperação de suas habilidades e a exploração de seu potencial frente à limitação estabelecida.
Três anos mais tarde, após muito tempo de inconformidade de seus pais, Lorenzo é levado a um centro de referência, o maior da América Latina, para passar por uma investigação de seu sono. O pequeno, desde o nascimento até então, chorava a maior parte do dia e apresentava uma dificuldade exacerbada para dormir. Após peregrinarem por vários consultórios e por especialistas diversos, escutando sempre as mesmas razões descabidas, optou-se, então, por um parecer mais aprofundado. A surpresa total foi que, sem mesmo realizar um exame, com a lâmina da TC realizada aos seis meses, a chefe da equipe volta-se para os pais e comunica, de forma simples e óbvia, que a criança, além do AVC, era, também, epilética. Logo após o início da administração dos anticonvulsivantes, Lorenzo manifestou uma reação alérgica raríssima e isso o impediu de permanecer com a terapêutica farmacológica. Alternativas precisaram ser criadas para alcançar o êxito do controle das crises e o restabelecimento de sua qualidade de vida.

Ao longo desse ínterim, foi submetido, além dos tratamentos vigentes nos protocolos de saúde, à terapia espiritual e outras complementares como a Homeopatia, substituta da alopatia, incompatível com seu biótipo. Cenas e personagens ligados às suas vidas passadas foram desvendadas. Harmonização e regularização dos vórtices de energia foram aplicadas. Reenergização do agregado espiritual era feita diariamente. Desmanche dos bolsões enraizados em seu processo evolutivo foram desfeitos. Dezenas de irmãos, espalhados por todo o Brasil atuando a fim de contribuírem com o bem estar e o equilíbrio desse pequeno.
Lorenzo, hoje, está com quatro anos e nove meses. Frequenta a escola regular e lá demonstra um desempenho compatível com a fase de desenvolvimento em que se encontra. Sua comunicação verbal é estruturada, contrariamente ao diagnóstico de Afasia que recebeu logo nas primeiras etapas do processo. Inicialmente, também, não caminharia e teria dificuldades para ficar em pé, dentro do prognóstico repassado, porém, somente um traço de hemiparesia, dificultando o movimento da mão direita é percebido. Suas crises Epiléticas estão controladas e aquilo que se manifestava continuamente, comprovado pelo exame de Eletroencefalografia (EECG), com e sem vigília, acontece esporadicamente e em determinadas situações.
O que está além de tudo isso? Primeiramente o fato de Lorenzo ser humano e, apenas pelo fator da diversidade que o retrata, mantém seu afeto, sua personalidade, competências e necessidades diferenciais. Fundamentalmente, o grande diferencial, está em sua capacidade mediúnica aflorada desde bebê. Atualmente, com a capacidade simbólica ampliada, Lorenzo consegue externar e revelar suas relações com os espíritos, encarnados e desencarnados, sendo trabalhado arduamente nessa habilidade, para gerar uma maturidade mediúnica adequada e saudável. Lorenzo ontem, apresentou a sua pior crise epilética, depois de muitos meses de estabilidade. A causa foi provocada por um desdobramento espontâneo de sua consciência, atingindo e interagindo com frequências de energia pesada, com a finalidade de socorrer e amparar um de deus membros familiares.
Prontamente foi amparado e reacoplado, revitalizando sua homeostase vibracional e frequencial. Sua ponta física foi doutrinada, como se então estivesse maior, para que sua compreensão dos fatos ocorridos e vividos passasse a ser semeado em sua estrutura encarnatória. Logo em seguida fez um pico de febre beirando os 40º e assim permaneceu, drenando todas as impurezas impregnadas por onde passara os últimos dias. Esteve um tanto quanto inconsciente e manifestando um discurso delirante. Em poucas horas levantou da cama e pediu pizza com suco e retornou a sua vida normal.

Lorenzo é um vencedor. Estabeleceu uma competição consigo mesmo, desafiando os obstáculos impostos pela naturalidade imposta por sua semeadura pela vida eterna. O reforço de seu aprendizado é constante, mas a magia da criança pura, bela e apaixonante não é perdida nessa sistemática educacional. Lorenzo é meu filho a quem devo muito por todos os ensinamentos e forte contribuição por minha reforma pessoal e íntima. É quem, gratuitamente, diante de todas as intempéries, ainda colocou-se à disposição para auxiliar e fazer crescer seus pais e as pessoas que com ele convivem. Nossa missão, juntos, é transmutar e transformar. De mãos dadas, unidos e cúmplices, alcançaremos novos degraus dessa escalada que mal se inicia. Obrigado por tudo meu amado! A ti devo muito, assim como muito te quero.”

Trecho do livro “Psicopatologia e Vidas Passadas!, de Clécio Carlos Gomes, DELPHOS / Aguiar Editora Ltda. (no Prelo)

Imagem

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: