Skip navigation

A prisão pela culpa é inevitável. Aquele que a possui sente-se como criminoso, detentor de uma falta que lesa. Um ato premeditado e inescrupuloso, gerando consequências danosas e desastrosas ao outro. Entretanto, é o culpado que vive a maior de todas as penas e a dor maior do sofrimento.

O erro nem sempre é proposital, aliás, na sua grande maioria acontece de forma desavisada. Existem, com certeza, outros, provocados com consciência. Mas em nenhuma das situações, viver essa culpa resolve ou ameniza seus efeitos. Seja humilde, repare, refaça o caminho, reconheça o erro e junto com o outro busque a felicidade de ambos.

Lembre-se que tudo pode ser remediado e arrumado. Isso só não vai acontecer se você optar em manter-se preso a essa chaga que te aniquila e anula.

Imagem

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: